OPINIÃO

Coluna do Yamaguchi

Sorte ou competência? Comentarista analisa vitória do Cuiabá sobre o Santos

Da Redação

Editor

23/08/2021 13h58 | Atualizada em 05/09/2021 10h22 13 comentarios


COLUNA DO YAMAGUCHI

Notas / Performance: Cuiabá 2 x 1 Santos

 

1. Walter -9

. Não teve culpa no gol, foi bem nas saídas.

2. João Lucas - 6

Desta vez sofreu na marcação e perdeu o duelo contra Lucas Braga.

3. Marllon - 8

No primeiro tempo teve uma falha numa cabeçada do centroavante Batistão, do Santos e não conseguiu impedir o gol de Gabriel Pirani.

4. Paulão - 10

Impecável, tanto pelo alto como por baixo, barrou os atacantes santistas e ainda cobriu algumas falhas do Marllon.

6. Uendel - 9

. Foi muito bem na defesa e apoiou em bolas de segurança.

5. Auremir - 10

. Irrepreensível na destruição de jogadas, dando segurança para sua defesa e apoiando pela direita.

7 - Jonathan Cafú - 9

. Oportunista soube aproveitar a chance e ajudou o Cuiabá nessa grande vitória.

20. Guilherme Pato - 9

. Entrou bem, diferente de suas características, com inteligência ajudou também na defesa.

8. Camilo - 7

Não apareceu muito, mas foi importante na marcação do Carlos Sanches.

15. Yuri - 6

Entrou no lugar do Auremir e quase compromete o resultado numa falha de marcação iniciada por uma jogada de Pirani e finalizada por ele, que deveria ter a sua marcação.

17. Uilian Corrêa - 7

Soube  aproveitar sua boa condição física para marcar os cansados jogadores santistas

9. Jenison - 6

Foi totalmente anulado pelos zagueiros adversários.

18 – Elton - 10

Não só pelo gol, deu muito trabalho ao adversário, desestabilizando a defensiva do Santos, culminando com seu belo gol.

10. Clayson -10

Não foi uma das suas melhores partidas, foi bem marcado, teve seu espaço diminuído mas o craque surgiu na hora certa, no apagar das luzes deu um passe milimétrico para Élton fazer o gol da consagração, o gol de 6 posições acima na tabela.

11. Yesus Cabrera - 7

Teve uma atuação discreta.

23 . Felipe Marques - 9

Acelerou o time do Cuiabá, conduzindo a bola com rapidez, verticalizando as jogadas e ainda ajudou na marcação.

Técnico Jorginho - 10

Deu aula, foi tranquilo, enquanto Diniz estava nervoso.

Mexeu nas peças certas, que alguns taxaram como sorte, mas muitos como competência:

 Escalou Jonathan Cafú como titular, versus Danilo Gomes que muitos preferiam, resultado: Cafú marcou o primeiro gol. Deu mais minutos para Élton que, “iluminado” fez o gol da vitória.

Sorte ou competência ?

Pelo conjunto, por competência do técnico Jorginho, por ter dado um padrão de jogo ao Cuiabá, Jorginho neste momento conseguiu levar o Cuiabá à inimaginável nona colocação. !

FONTE: Valter Yamaguchi

13 COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

  1. Mais uma vez Perfeito!!!

  2. Parabéns professor Yamaguchi, grande trabalho de análise e parabéns ao Cuiabá do técnico Jorginho que vem fazendo excelente trabalho com muita competência! Vamos dourado???????⚽️???

  3. Muito bem seu comentário, ponto à ponto, valeuuuuu boas colocações...

  4. Parabéns Sr. Valter pelos comentários na coluna Yamaguchi. A Amace é uma grande incentivadora ao esporte e a Cultura da nossa sociedade.

  5. Parabens sr Walter, muito bom.

  6. Grande professor Yamaguchi! Profundo conhecedor dessa arte chamado futebol! Parabéns pela feliz matéria e parabéns para Cuiabá pelo grande jogo! Estamos na torcida daqui da Alemanha! Abraço e bom trabalho

  7. Sr. Walter Grande Baloarte no mundo da bola . Excelente matéria. Cada vez mais habilidoso em seus conhecimentos ??????

  8. Parabéns Sr Valter!! Sempre preciso nos comentários!!

  9. Como sempre esbanjando conhecimento admirável

  10. Muito Boa a Matéria Sr Walter ???

  11. Muito Legal Sr Walter

  12. Valter você descreveu com muita propriedade todos os lances importantes desse grande jogo em que nem mesmo nós torcedores do Cuiabá cantávamos com essa grande conquista. Parabéns pela excelente matéria.

  13. Excelente comentario professor

Comente, sua opinião é Importante!